Alunos estrangeiros recebem apoio da Aduem

Alunos em mobilidade acadêmica na universidade contam com solidariedade.

Um levantamento socioeconômico realizado, em abril, pelo Escritório de Cooperação Internacional da Universidade Estadual de Maringá identificou situação de vulnerabilidade social de alunos em mobilidade acadêmica na universidade. Segundo informações do ECI/UEM, a situação é emergencial especialmente entre os alunos estrangeiros originários de regiões mais pobres, como África e América Latina.

“A vulnerabilidade desses alunos é bem peculiar, pois normalmente depende de apoio financeiro de parentes e familiares, que agora também se encontram em crise causada pela Covid-19. Esses estudantes estrangeiros eventualmente realizam trabalhos temporários no setor de serviços, mas essas atividades estão entre as mais afetadas por conta da quarentena”.

Por isso, em solidariedade a esses alunos, a Aduem doou, nesta terça-feira, doze cestas básicas. As cestas foram entregues pelo funcionário da Aduem, Hermínio Rodrigo Costa (Neto) e pelo motorista da universidade, João Luiz Suter.

 Segue nota de compra.

Procurar artigos publicados