Ong Maria do Ingá comemora 21 anos de história

Primeira coordenadora da ONG Maria do Ingá Direitos da Mulher, Tania Tait, descreve rotina de entidade que está comemorando 21 anos de história.

A ONG Maria do Ingá Direitos da Mulher está comemorando 21 anos de história. A Ong foi criada em janeiro de 2001 por um grupo de mulheres decidido a organizar uma entidade que promovesse a formação e a informação para as mulheres sobre os próprios direitos. E entre as fundadoras estava a atual diretora social da Aduem, Tania Tait, primeira coordenadora da Ong.

Formação, informação e acolhimento fazem parte da rotina da “Ong Maria do Ingá”

Por Tania Tait

A Associação Maria do Ingá Direitos da Mulher é uma entidade sem fins lucrativos, cujo objetivo central é formar e informar na área de direitos da mulher, pelo fim da violência contra a mulher e contra toda forma de discriminação. Para tanto, a ong realiza palestras, cursos e oficinas com as temáticas Lei Maria da Penha, Legislação Brasileira e as Mulheres, História das Mulheres, Saúde da Mulher, entre outras. As integrantes da entidade contribuem, de forma voluntária, com suas habilidades e conhecimentos para a realização dessas atividades.

Para a defesa dos direitos das mulheres, a “Ong Maria do Ingá”, como é carinhosamente chamada, também, tem representação no Conselho Municipal da Mulher de Maringá, no Conselho Municipal de Saúde, no Fórum Maringaense de Mulheres, no Conselho de Direitos LGBTQI+  e na Marcha Mundial das Mulheres.

Durante a pandemia, por não poder atuar em eventos presenciais, a entidade se reinventou e passou a utilizar as redes digitais como ferramenta para realização do trabalho, tanto por lives mensais como pelas informações disponíveis nas suas redes (facebook, instagram e blog).

Ao longo de seus 21 anos de existência, a Maria do Ingá estabeleceu uma série de parcerias para suas atividades, dentre elas, a Aduem, colaboradora no trabalho e, ao mesmo tempo, recebendo as palestrantes da ong em seus eventos.

(*) Tania Tait, professora, escritora, jornalista e coordenadora de imprensa e divulgação da ONG Maria do Ingá Direitos da Mulher.